No Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito, Detran-SP realiza campanha em parceria com Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária

21/11/2023

São Paulo, 17 de novembro de 2023 - O Dia Mundial em Memória às Vítimas de Sinistros de Trânsito é lembrado no terceiro domingo de novembro de cada ano. É um evento global de grande destaque, marcado por iniciativas de órgãos de trânsito, entidades e especialistas do setor em diferentes países, para lembrar os muitos milhões que foram mortos e gravemente feridos no trânsito de todo o mundo e para reconhecer o sofrimento de todas as vítimas afetadas, famílias e comunidades. O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, em parceria com a Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global, com execução da Vital Strategies, lança campanha educativa para conscientização popular enfatizando que nenhuma morte no trânsito é aceitável.

A data - neste ano, 19 de novembro - também é oportunidade para a demonstração do enorme impacto das mortes e lesões nas ruas e rodovias e para se advogar por ações urgentes e coordenadas capazes de interromper esse grave problema de saúde pública. Momento propício ainda para homenagens às equipes de emergência dedicadas, policiais e profissionais médicos que lidam diariamente com as consequências traumáticas dos sinistros de trânsito.

O mote da campanha do Detran-SP e da Iniciativa Bloomberg é a sensibilização do público para a dor da perda de um ente querido. Trata-se de um apelo aos necessários respeito às leis, cuidado e atenção de todos os “atores” do trânsito, cada um com o dever de exercer seu papel de forma cidadã. O Estado de São Paulo vem reduzindo progressivamente o número de óbitos em sinistros. Os indicadores, segundo o Infosiga, sistema do Governo do Estado gerenciado pelo programa Respeito à Vida e coordenado pelo Detran-SP, apontam queda de 5,9% na quantidade de mortos nas vias paulistas nos últimos nove meses, em comparação com o mesmo período de 2022. Porém, ainda foram 3.824 vítimas fatais em 2023. E não podemos perder a capacidade de nos indignarmos diante de cada vida perdida.

O filme da campanha apresenta a história de Fábio Cordeiro da Silva, de 46 anos de idade, supervisor administrativo, filho de uma vítima fatal de sinistro - e compartilha sua dor e sua indignação diante de uma tragédia, que não é apenas pessoal, se repete diariamente em outros lares brasileiros, mundiais. Ele perdeu sua mãe, Audenilce Bernardina dos Santos, em um atropelamento em 26 de julho de 2019.

“A gente nunca acha que vai acontecer com a nossa família, mas infelizmente aconteceu com a minha. Quando você dirige em alta velocidade, você está assumindo o risco à toa”, conta Fábio em um trecho do vídeo.

O atropelamento foi registrado por volta de 6 horas da manhã, com Audenilce a caminho do trabalho, por um carro em alta velocidade, mais do que o dobro da permitida no local, que avançou o sinal vermelho e a arremessou a mais de 15 metros de distância; o motorista foi embora sem prestar socorro. O vídeo poderá ser visto nas redes sociais da autarquia.

Velocidade como principal fator de risco

Assim como no caso relatado no vídeo produzido pelo Detran-SP e pela Iniciativa Bloomberg, a velocidade excessiva é a principal causa de sinistros de trânsito que resultam em mortes e ferimentos graves. Quanto mais rápido um veículo estiver trafegando, maior será o impacto de um sinistro de trânsito. Dessa forma, a velocidade afeta não só o risco de ocorrência de um sinistro, mas a gravidade com que ele ocorre. Dados da Organização Mundial de Saúde de 2017 indicam que uma redução de até 5% na velocidade média do veículo pode resultar em 30% menos sinistros fatais.

O elo mais frágil do trânsito é o pedestre. O Infosiga indica que houve queda de 7,7% nos óbitos de pedestres de janeiro a setembro de 2023, quando foram registradas 884 mortes, em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram computadas 958 mortes. Entretanto, nenhuma morte no trânsito é aceitável.

Segundo a Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global, dados alarmantes sobre sinistros de trânsito no Brasil e no mundo reforçam a importância dos movimentos e ações de conscientização. A cada 12 minutos, uma pessoa perde a vida em sinistros de trânsito no Brasil. Essa é também uma das principais causas de morte entre crianças e jovens em todo o mundo. Globalmente, mais de 3,5 mil vidas são perdidas diariamente nas vias, totalizando quase 1,3 milhão de mortes evitáveis e cerca de 50 milhões de pessoas lesionadas a cada ano.

No Brasil, apenas em 2019, 31.945 vidas foram perdidas no trânsito. Isso equivale a 87 mortes por dia (dados do Ministério da Saúde de 2019). Os países de baixa e média renda, como o Brasil, concentram 93% das mortes de trânsito do mundo. Reduzir os sinistros de trânsito tem benefícios diretos inclusive para a economia. A estimativa do Banco Mundial é de que, se os sinistros no Brasil caíssem pela metade, seria possível registrar aumento entre 15% e 22% do PIB em até 24 anos (dados de 2017).

Dados do Infosiga

Além da queda do número de mortes no trânsito no Estado no comparativo janeiro a setembro de 2022 e 2023 (5,9%), apresentados pelo Infosiga SP, destacam-se ainda as quedas de ocorrências fatais no mês de setembro de 2023, em comparação ao mesmo mês do ano anterior, envolvendo dois modais analisados: pedestres e automóveis. A maior redução ocorreu nos óbitos envolvendo automóveis, que caíram 19,1% no comparativo entre os meses de setembro de 2022 e de 2023, de 131 para 106 casos. As mortes em sinistros envolvendo pedestres tiveram queda de 8,5% na mesma comparação, de 130 para 119 ocorrências.

Com relação aos sinistros com vítimas não fatais, o Estado de São Paulo registrou um aumento de 8,5% no comparativo entre os meses de setembro de 2023 e de 2022. Foram 15.155 ocorrências em setembro do ano passado, contra 16.442 em setembro deste ano. Entre janeiro e setembro de 2022, foram 131.922 sinistros sem vítimas fatais, contra 143.600 ocorrências do tipo no mesmo período de 2023, o que representa um aumento de 8,9% no acumulado deste ano.

A tendência de aumento dos sinistros sem óbitos, infelizmente, vem sendo observada nos últimos anos. No recorte de outubro de 2021 a setembro de 2022, foram 182.644 vítimas não fatais no trânsito paulista, enquanto que, de outubro de 2022 a setembro de 2023, foram 190.404 vítimas lesionadas - o que equivale a um crescimento de 4,2%.

Foco constante na conscientização

A atual gestão do Detran-SP tem feito diversas campanhas para alertar todos os tipos de condutores para a importância de obedecer às leis de trânsito e aumentar os cuidados nas ruas. Em fevereiro, o Governo de São Paulo apresentou uma ação para o Carnaval, com o mote “Palavras mentem. Números, não”, para o slogan “Neste Carnaval, não dê desculpas. Se beber, nem pense em dirigir”. Já na Semana Santa, em abril, o respeito aos limites de velocidade e manutenção prévia dos veículos foram as principais tônicas da campanha “Escute quem você ama, viaje com segurança”.

Em maio, o foco da campanha sobre o Maio Amarelo foi “No trânsito, respeite a sua vida e a dos outros”, com o intuito de refletir diante de relatos reais de quem teve sua trajetória impactada por sinistros de trânsito. Em julho, circulou a campanha educativa “No trânsito, dê férias para a morte” para o período de descanso escolar. As peças usaram o humor para ressaltar que só a partir de cuidados e respeito às leis de trânsito pelos motoristas é que a “morte” pode tirar férias.

Durante a 68ª edição da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, em agosto, o Detran-SP promoveu a campanha com foco na região “Alô, galera de cowboy. Alô, galera de peão: quem gosta de rodeio não mistura álcool e direção”, baseada em versão de uma das mais conhecidas canções sertanejas, com o intuito de indicar o “motorista da rodada”, evitando sinistros de trânsito causados pelo consumo de álcool.

Também em agosto, a autarquia lançou a campanha “Detran Festival: é show respeitar a vida no trânsito”, durante o festival musical The Town, com objetivo de conscientizar sobre direção segura e alertar sobre a importância de não dirigir sob a influência de álcool e da escolha de alternativas de transporte público seguras, como o metrô e o trem, quando se faz a ingestão de bebidas alcoólicas. Para a Semana Nacional de Trânsito, em setembro, o mote da campanha foi “A vida está sempre em trânsito. No trânsito, escolha a vida”, com a proposta de conscientização da população de que, em momentos diferentes, todos podem assumir papéis diversos no trânsito, de motoristas, condutores, passageiros ou pedestres. Então, a lei é priorizar o respeito à vida.

E, em novembro, o Grande Prêmio São Paulo de Fórmula 1 virou tema da nova campanha publicitária de prevenção da autarquia. Desta vez, a mensagem estava baseada no uso da velocidade somente em locais apropriados e com a devida segurança, a partir do mote “Acelerar nas pistas é esporte. Nas ruas nem pensar”.

Respeito à Vida

Com objetivo de reduzir as ocorrências no trânsito em todo o Estado, o Programa Respeito à Vida, coordenado pelo Detran-SP, já investiu, em 2023, mais de R$ 302 milhões oriundos de multas em iniciativas voltadas à prevenção de sinistros e à sinalização em municípios paulistas. Também estão sendo realizadas pelo Programa entregas de máquinas de demarcação viária para os municípios que solicitaram o equipamento. Até outubro, 114 máquinas foram entregues para 107 municípios paulistas. Além disso, 69 convênios para o recapeamento em cidades do Estado já tiveram 100% das obras realizadas pelo Programa. Outros 587 convênios seguem em andamento.

Entre as obras em execução pelo Programa Respeito à Vida, próximas de serem concluídas, temos recapeamento de 3.726.489,73 m² (93% executada) de vias nas cidades conveniadas ao programa, 9.860,69 m de gradil de proteção (87,3%), 918 pontos de iluminação (71,6%). Além dessas, estão em andamento obras de sinalização horizontal, ciclovias, lombadas, conjuntos semafóricos, lombadas eletrônicas, placas de sinalização e rampas de acessibilidade.

Pacote de melhorias de segurança viária

Com o objetivo de proteger a vida de todos os cidadãos paulistas, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo apresentou durante a Semana Nacional do Trânsito, em setembro, um pacote de melhorias de segurança viária, com o objetivo de proporcionar à população um deslocamento mais seguro, além de conscientizá-la a agir com mais segurança enquanto condutor, pedestre ou passageiro. Entre as medidas estão: Reativação do Observatório Estadual do Trânsito e ampliação do Infosiga e do programa Respeito à Vida, além da renovação de acordo com a Fundación Mapfre, para capacitação de professores da rede pública em temáticas relativas ao trânsito a serem ministradas nas disciplinas lecionadas nas salas de aula dos ensinos fundamental e médio.

Intensificação da Operação Direção Segura Integrada (ODSI)

O Detran-SP age em todas as frentes de prevenção de sinistros de trânsito. De janeiro a outubro de 2023, aconteceram 388 operações de ODSI no Estado de São Paulo, de fiscalização e combate à alcoolemia no trânsito, em parceria com as Polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, com a fiscalização de 209.877 veículos. Foram registradas 8.122 recusas ao bafômetro, 541 casos de direção sob o efeito de álcool (índice de até 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido) e outros 124 crimes de trânsito por embriaguez (índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido). O número de operações até setembro deste ano foi 23,9 % maior do que as realizadas no mesmo período de 2022, enquanto o número de veículos fiscalizados cresceu 85,3% nesta mesma comparação entre períodos.

Sobre a Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global

A Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária Global (BIGRS, na sigla em inglês) tem como objetivo apoiar governos a adotar e implementar políticas e ações de segurança viária para reduzir o número de vítimas fatais e gravemente feridas no trânsito, fornecendo apoio ao poder público, por meio de uma equipe de técnicos especializados, além de uma rede internacional de organizações, que dão suporte às ações de gerenciamento de dados, infraestrutura, fiscalização e comunicação. Como parte de sua nova fase, a Iniciativa apoia 27 cidades, 2 estados e 14 países, de 2020 a 2025.

O estado de São Paulo é um dos dois estados em todo o mundo que faz parte da nova rodada de apoio da Iniciativa até 2025, com o objetivo de salvar vidas no trânsito.

Sobre a Vital Strategies

A Vital Strategies é uma organização global de saúde que acredita que todas as pessoas devem ser protegidas por políticas e sistemas de saúde forte e equitativos. Nossa equipe trabalha com governos e a sociedade civil para conceber e implementar estratégias e políticas baseadas em evidências para enfrentar alguns dos maiores desafios mundiais de saúde pública. Temos experiência em gerenciar programas de forma eficiente, fortalecer sistemas de dados, realizar pesquisas e desenvolver campanhas estratégicas de comunicação para mudanças de políticas e comportamentos.

 

Sobre o Detran-SP

O Detran-SP trabalha incessantemente para prevenir sinistros e preservar vidas, com a meta de organizar um trânsito mais seguro e harmonioso entre todos os modais. O órgão segue comprometido em oferecer serviços de excelência aos cidadãos, baseados em valores como respeito, integridade, segurança e eficiência.

Atualmente, está implementando gradualmente a transformação digital para melhorar a qualidade de vida dos paulistas, facilitando o acesso aos serviços públicos. Cerca de 93% dos atendimentos realizados nas unidades do Detran-SP integradas ao Poupatempo são feitos de forma digital.

Como o maior órgão executivo de trânsito do país, o Departamento de Trânsito Paulista é responsável por 28% da frota brasileira, com mais de 32 milhões de veículos registrados e mais de 27 milhões de motoristas habilitados em todo o estado. Mensalmente, emite aproximadamente 400 mil Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e 1,2 milhão de Certificados de Registro e Licenciamento Veicular (CRLVs). Em média, são emitidos mais de 136 mil documentos por dia.

Outras notícias

Detran-SP convoca aprovados em concurso público de 2019 para assinatura de contrato de trabalho

21/12/2023

Estado de São Paulo mantém tendência de redução em mortes no trânsito no acumulado do ano, segundo Detran-SP

19/12/2023

Tentativa de Suborno em Exame de CNH em Presidente Prudente é denunciada pelo Detran-SP

07/12/2023

Voltar

 

DETRAN - SP